Antonieta de Barros (1901-1952) foi professora, cronista e feminista. Em 1935, tornou-se a primeira mulher negra a assumir um mandato popular no país. O curta documental Antonieta da cineasta Flávia Person emociona e informa. A disponibilização desse curta no canal do Youtube “Hysteria”, que é um núcleo de produção de conteúdo por mulheres, para construir novas narrativas e ocupar novos espaços faz parte do projeto Curta Mulheres, que traz um curta-metragem por semana ao longo de 12 meses. Todos dirigidos por mulheres nos últimos cinco anos. São, ao todo, 52 filmes de diretoras de todo o país.

 

Ficha técnica

Ano: 2016. Gênero: documentário. Direção: Flávia Person. Realização: Magnolia Produções Culturais e Ombu Arte e Cultura. Montagem e tratamento de imagens: Yannet Briggiler. Edição de som e Trilha sonora: Diogo de Haro. Pesquisa e consultoria histórica: Fausto Douglas Correa Júnior. Edição de texto: Fábio Brüggemann. Assistência de produção: Gabi Bresola e Matias Eastman. Assessoria de comunicação: Barbara Pettres. Preparação vocal: Barbara Biscaro. Mixagem: Diogo de Haro e Paulo Costa Franco. Duração: 15 min.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s