Iniciamos agora um caminho de postagens em nossa biblioteca cuja intenção é construir um espaço de diálogos múltiplos a partir do compartilhamento de músicas de artistas indígenas e africanas/os, as/os convidando para um exercício de escuta profunda. Além de ouvir, buscamos sentir essas composições instigando a aesthesis, aqui entendida como o processo de liberação dos sentidos. Procuramos incentivar o ato de autoindagação tanto em nós quanto em vocês, ampliando olhares e sentidos e aprendendo na troca entre culturas e modos de ser e de estar no mundo. Afinal, como diz o escritor Igbo de nacionalidade nigeriana, Chinua Achebe, a boa arte muda as coisas.

Dessa forma, disponibilizamos comentários sobre as músicas e artistas, além de materiais selecionados dos campos dos estudos pós-coloniais e decoloniais, possibilitando que você crie seu próprio caminho de sentipensar.

Venha conosco! 

Acesse ao primeiro texto aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s