Linda Tabar é professora universitária de Insegurança Global no Departamento de Relações Internacionais da Universidade de Sussex, Reino Unido. Tem pesquisas focadas em discussões sobre a matriz colonial e a formação racial da ordem moderna, sistemas de violência, concepções anti-coloniais da ordem internacional e futuros alternativos. 

Seus principais trabalhos discutem o estabelecimento do colonialismo, violência de raça e gênero, desapropriação e suas intersecções com o desenvolvimento, com a acumulação capitalista, o humanismo e a guerra. Seus trabalhos também exploram memórias indígenas, a formação do feminismo e do pensamento e prática diária decolonial, como também os movimentos de liberação de espaços nacionais e internacionais. Ela procura trazer às Relações Internacionais, os estudos sobre segurança e estudos sobre guerra para o diálogo com os estudos palestinos, estudos indígenas e teoria decolonial. Atualmente está concluindo um livro intitulado “Palestina, Memória e Descolonização: Encontros Indígenas com a Modernidade e Imaginários de Libertação”.

Tradução de politicaleconomyproject.

“Movimentos que lutam para reconstruir uma estrutura para o movimento de libertação palestino que restabeleça a ligação de todas as partes do povo palestino em uma luta contra o colonialismo sionista colonizador devem recuperar um entendimento crítico da sobreposição do domínio colonialista, capitalista e patriarcal. Hoje, antes que possamos reconstruir uma consciência de libertação que possa prever uma ordem justa alternativa, devemos tomar consciência da forma como essas estruturas se cruzam e trabalham juntas dentro de um mesmo estrutura. Movimentos que tentam reconstruir uma estrutura para a luta palestina devem reconstruir um consciência nacional progressiva, que vai além dos símbolos estáticos e das reivindicações culturais de autenticidade, e ligar as pessoas através de uma consciência social e política progressista que afirma a igualdade social e econômica e a sobreposição do objetivo de libertação nacional.”

O poder das pessoas: Lições do Primeiro Intifad (2013) 

Falas:

Livros:

Textos:

Decolonization is a global project: From Palestine to the Americas

“Para além do olhar ocidental, a revolta árabe: Uma revolução contra o imaginário neoliberal global e a subjugação imperial”

Redes sociais:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s